Deserto do Atacama | 5 motivos para conhecer um dos melhores destinos do Chile.

Imagine viajar para a região mais árida do planeta, onde durante o dia o sol é de rachar e a noite é gelada. Um lugar que mais parece cenário de ficção-científica e que, até bem pouco tempo atrás, ninguém pensava que serviria como ponto turístico.

Acha que é loucura? Pois então é melhor pensar direitinho, porque com todos estes e outros detalhes o Deserto do Atacama, no norte do Chile, é hoje um dos destinos mais procurados da América do Sul.

Mas o que tem de tão legal por lá e o que é preciso saber antes de rumar em direção a essa região? É o que veremos aqui no post. Confira!

 

1- MOTIVOS PARA SE CONHECER O ATACAMA

 

pacote-para-o-deserto-do-Atacama

 

Cravado a mais de 2400 metros de altitude, bem ao lado de alguns vulcões, e com um índice pluviométrico quase irrelevante, o Deserto do Atacama ainda de quebra tem uma variação de temperatura que vai de 0 °C à noite para 40 °C durante o dia. Uma mistura de características que faz com que surja naquela área tipos de atrativos naturais dos mais variados.

Lagos de água doce, salares, poços termais, gêiseres e diversos tipos de flamingos são alguns dos componentes que embelezam o cenário do deserto. E isso, claro, falando apenas dos aspectos naturais, já que bons restaurantes e bares também não faltam como opção para os turistas.

2- A MELHOR ÉPOCA PARA CONHECER O DESTINO

 

o-que-fazer-no-deserto-do-Atacama

 

Independente da época que você for até o Atacama, a alta variação climática do dia para a noite continuará funcionando. No entanto, para quem arriscar ir no inverno (entre maio e setembro), o benefício é encontrar um visual nevado em algumas paisagens.

Odeia frio? Tudo bem. Indo no outono você encontra a região um pouco mais vazia e por isso com preço um pouco mais acessível.

 

3- QUANTOS DIAS FICAR

 

pacote-viagem-para-o-deserto-do-Atacama

 

Não precisa reservar 10 dias para ficar no Atacama. Não tem tanta coisa assim para se fazer por lá. No entanto, para conferir todas as atrações, o ideal é separar uns 6, ou, no mínimo 5 dias. Abaixo disso o melhor é esperar outra época para conhecer o deserto.

 

4- O QUE VOCÊ NÃO PODE DEIXAR DE CONFERIR

 

pacote-de-viagem-para-o-deserto-do-Atacama

 

Quem passa pelo deserto do Atacama precisa conferir pelo menos os seguintes destinos:

  • O Valle de La Luna e o Valle de La Muerte;
  • O Salar de Atacama;
  • As Lagunas Altiplánicas;
  • O Salar de Tara;
  • Os Geysers del Tatio.

Outra boa dica é aproveitar para visitar pelo menos um desses lugares indo de bicicleta ou a cavalo para ter uma melhor experiência do ambiente.

 

5- OUTROS DETALHES QUE VOCÊ PRECISA SABER

 

pacote-turistico-para-o-deserto-do-Atacama

 

Como alguns destes passeios costumam lotar mais que outros, o ideal é procurar por eles bem cedinho para não ficar de fora da excursão.

Por causa da altitude algumas pessoas costumam passar mal em alguns passeios, como o que vai até o Geysers del Tatio. Mas não precisa se preocupar, com algum tempinho você logo se acostuma e, se for preciso, é só andar um pouco mais devagar para controlar a respiração. O ideal é, nos primeiros dias, visitar os lugares com altitude mais baixa.

Por fim, não se esqueça nunca da variação de temperaturas do Atacama, portanto, coloque bonés, gorros, camisetas e blusas de frio na mesma mala — além, é claro, de hidratante e até algum colírio para ajudar no combate à falta de umidade.

Como você pôde ver por aqui, o que não faltam são motivos que fazem do Deserto do Atacama um dos melhores destinos do Chile e também da América Latina. Por isso, que tal colocar os pés na estrada e ir ver tudo isso de perto?

You may also like

Deixe uma resposta