Emissoras de TV aberta americana anunciam renovações e cancelamentos.

No dia 10/05, três, das quatro principais emissoras de TV aberta dos Estados Unidos anunciaram renovações, cancelamentos e encomendas de novas séries. Mostrando grande declínio depois das séries de TV paga caírem no gosto popular e dos “streamings da vida” transformarem o meio de consumo de séries de TV, a grande maioria dos cancelamentos se tratam de séries recém estreadas. As renovações ficaram por conta de séries já conhecidas pelo público.

Uma amostra de que algo precisa ser reavaliado nos produtos que vêem sendo feitos para a TV ultimamente, afinal, em tempos de canais pagos com força total e serviços de streaming produzindo cada vez mais conteúdos diferenciados, as produções feitas para TV aberta precisam se atualizar urgentemente.

 

 

Renovada em março, “Scandal” que faz parte da “trindade” assinada por Shonda Rhimes na emissora ABC, deve terminar em breve. De acordo com uma publicação do site TV Line, Shonda tem planos de encerrar a série em sua sétima temporada que deve ir ao ar no final deste ano. Ainda na ABC foi anunciado que a comédia “Modern Family” recebeu a encomenda de mais duas temporadas. Com acordo fechado para exibir a 9° e a 10° temporada a série ganhou 44 novos episódios, 22 para cada ano.

Visando aumentar a audiência de suas noites de domingo o canal também escalou o reality show “American Idol”, que chegou ao fim após 16 temporadas na FOX cerca de um ano atrás, para sua programação noturna.

Na NBC as estreantes “Timeless” e “Emerald City” ficaram apenas na promessa. Com apenas uma temporada as séries foram canceladas e deixarão a grade da emissora. Já o pacotão de séries de Dick Wolf continua firme e forte. Com exceção de “Chicago Justice” que ainda não teve seu futuro revelado, todas as outras, “Chicago Fire”, “Chicago PD” e “Chicago Med” ganharam novas temporadas. Outro sucesso do canal, Blindspot, também foi renovada. Dona da maior audiência do canal, a série protagonizada por James Spadder retornará para uma 3° temporada. Entretanto o mesmo não pode-se de dizer de seu spin-off, “The Blacklist: Redempetion”. A série protagonizada por Famke Janssen ainda é uma incerteza na emissora.

 

 

Na FOX não foi diferente. Além de cancelar as novatas “Making History”, “Son Of Zorn”, “A.P.B”, as veteranas “Sleepy Hollow” e “Rosewood” também foram para o limbo. As únicas que ganharam uma nova chance foram “Gotham” e “Last Man on Earth”. Apesar de bambearem na audiência a emissora ainda acredita no potencial de ambas produções. Ainda por lá foi anunciado a produção de um drama médico. Em “The Resident” acompanharemos Emily VanCamp (Revenge) como uma enfermeira atraente que mantém um relacionamento complicado com um médico residente de seu hospital, interpretado por Matt Czuchry (The Good Wife). Até o momento o programa não tem data para ir ao ar.

Na menor emissora do país, o CW, séries novas foram canceladas. “Frequency” e “No Tomorrow” (baseada em uma série nacional da Rede Globo) não sobreviveram ao seu primeiro ano. Já “Riverdale”, que também estreou este ano, já garantiu uma segunda temporada completa. Além da adaptação dos quadrinhos do Archie, a emissora anunciou a renovação das veteranas “IZombie” e “The Originals”, série derivada de “The Vampire Diares”. Também foi anunciado que o personagem dos quadrinhos “Raio Negro” ganhará uma série no canal. Famosa por dominar todas as adaptações dos personagens da DC Comics, a série do herói deve ir ao ar no final do ano.

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *